ETAPA

Bem vindo ao Blog Etnologia, Tradição, Ambiente e Pesca Artesanal. Base de Pesquisa do departamento de Antropologia da UFRN

sexta-feira, 9 de junho de 2017


CICLO DE ESTUDOS: CAMINHOS DA PESQUISA


8 e 9 de junho de 2017 – UFRN/ NATAL

COORDENAÇÃO: Francisca Miller e Rita de Cássia Maria Neves

08/06 – Quinta-feira (14 às 18hs na videoteca da Biblioteca Central Zila Mamede - BCZM)
"PLANTAS MEDICINAIS E SEUS USOS TERAPÊUTICOS: Levantamento etnobotânico em comunidades indígenas do Rio Grande do Norte”.
“LAGOSTAS, MARÉS E MUDANÇAS EM COMUNIDADES DE PESCADORES ARTESANAIS DO LITORAL POTIGUAR”.
“JOGOS DO MAR-ALTO: OS PESCADORES, AS TÉCNICAS E OS SERES MARINHOS”.
Comentários: Profª. Rita Neves  e Profª. Winifred Knox
09/06 – Sexta-feira (pela manhã) Às 9hs (sala 913) do Departamento de Antropologia.
O CONFLITO SOCIOAMBIENTAL DA CHAPADA DO APODI/RN: UMA DISPUTA ENTRE O AGRONEGÓCIO E A AGRICULTURA FAMILIAR –
Comentários Profª. Cimone Rozendo
___________________________________________________
09/06 – Sexta-feira (tarde) Às 14hs na Videoteca da BCZM
ECOTURISMO DE BASE COMUNITÁRIA: Desenvolvimento e conservação ambiental na comunidade do Cumbe, em Aracati/CE.
ESPAÇOS E MEMÓRIAS: Construções e transformações do medo diante do sobrenatural em Belém do Pará.
Comentários: Francisca Miller e Winifred Knox

REALIZAÇÃO: ETAPA, PPGAS, UFRN  E CAPES

segunda-feira, 17 de abril de 2017

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

II SIMPÓSIO: POPULAÇÕES TRADICIONAIS, AMBIENTE E TRANSFORMAÇÕES



UFRN | 30 DE NOVEMBRO A 02 DE DEZEMBRO DE 2016
LOCAL: Videoteca da Biblioteca Zila Mamede

30/11 QUARTA

01/12 QUINTA
02/12 SEXTA
Manhã : 8:30

Abertura : Mesa redonda: Quilombolas, Indígenas e Pescadores

Expositores:
Elizabeth Lima da Silva (CONEN)
 José Glebson Vieira (UFRN)
 Francisca Miller (UFRN)

Manhã:8:30

Mesa redonda: Impactos e grandes projetos

Expositores:
Alire Cavalcante (Mestre em Ciências Sociais/UFCG)
 Paulo Araújo (Mestre em Ciências Sociais)
 Heldene da Silva Santos (Presidente da AMJUS/São Miguel do Gostoso/RN)
Coordenadora: Francisca Miller
Exposição fotográfica: "São Miguel do Gostoso: homens, espaços e relações" /RN (BCZM)
Heldene da Silva Santos (Presidente da AMJUS/São Miguel do Gostoso/RN)
Manhã: 8:30

Mesa redonda: Mosquitos, Peixes e Plantas : Estética, Ciência e Política na Antropologia das Relações das Multiespécies.

Expositores:
Jean Segata (UFRGS)
Paulo Filho (Doutorando/PPGAS)
 Eduardo Brito (Mestrando/PPGAS)

Exposição fotográfica: "São Miguel do Gostoso: homens, espaços e relações" /RN (BCZM)
Heldene da Silva Santos (Presidente da AMJUS/São Miguel do Gostoso/RN).

Tarde: 14:30
Comunicações Coordenadas
Coordenação e comentários : André Falcão Freire (UFRN)



Tarde: 14:30
Minicurso – Oficina[1]: Experiências de pesquisa e modelos de análise: Ontem e hoje.(Seminário temático I – Disciplina Mestrado/Doutorado em Antropologia e também de extensão)
Profa. Dra: Ellenn F. Woortmann (UNB)

Tarde: 14:30
Minicurso – Oficina: Experiências de pesquisa e modelos de análise: Ontem e hoje.
(Seminário temático I – Disciplina Mestrado e Doutorado em Antropologia e também de extensão).
Profa. Dra.: Ellen F. Woortmann (UNB)


[1] Seminário temático I (1 Crédito) para alunos da Pós-Graduação em Antropologia e outras Pós.
 



Postado por: Vivianny Freitas
Bolsista do Grupo ETAPA

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Imagens do GT15.Tradição, ambiente e transformações.
Ocorrido no dia 12 e 13 de setembro de 2016 na sala  I9 do Setor II.





Postado por: Vivianny Freitas
Bolsista do Grupo ETAPA

domingo, 11 de setembro de 2016

XXI Semana de Humanidades  (UFRN)


12 a 16 de setembro

GT15.Tradição, ambiente e transformações
Data: 12 e 13 de setembro na sala  I  9 do Setor II.
Tarde (14h às 17h)

Coordenação: Profa. Dra. Francisca Miller DAN/PPGAS, Leandro Marques Durazzo Doutorando PPGAS, Paulo Gomes de Almeida Filho Doutorando PPGAS

Debatedores: Dr. Glebson Vieira (DAN/PPGAS)
                    Doutoranda: Arkeley Souza
                     

RESUMO
A partir do campo de atuação e das linhas de pesquisa que conformam o grupo ETAPA, do Departamento de Antropologia da UFRN, este GT pretende reunir comunicações que dialoguem com questões relativas às dinâmicas da Tradição articuladas com o debate sobre Etnologia,  Ambiente e Pesca Artesanal. Buscaremos, com essa proposta dinamizar as discussões articulando as dimensões sociais com questões mais amplas da vida social, suas organizações políticas e o panorama contemporâneo no que diz respeito à temática da Semana: democracia e ação formativa. Dessa forma, convidamos os interessados a contribuírem com reflexões que levem em conta principalmente as ações e agências de atores e grupos sociais diversos que, em contatos também diversos uns com os outros e com instituições tais como órgãos reguladores, Estado, etc, ajude-nos a pensar os vínculos que fomentam modos de vida, práticas sociais e sistemas de conhecimento outros, como aqueles presentes, por exemplo, nas organizações de povos indígenas, movimentos populares, populações costeiras e ribeirinhas. 



Postado por: Vivianny Freitas
Bolsista do Grupo ETAPA

segunda-feira, 29 de agosto de 2016



 Postado por: Vivianny Freitas
Bolsista do Grupo ETAPA
 




Obs.: Data do evento: 13/05/2016



Postado por: Vivianny Freitas
Bolsista do Grupo ETAPA

quarta-feira, 16 de março de 2016

CICLO DE ESTUDOS: CAMINHOS DA PESQUISA

Na sexta - feira, dia 11 de março de 2016, aconteceu, na UFRN, o Ciclo de estudos Caminhos da Pesquisa a fim de contribuir para o fomento das pesquisas realizadas pelos alunos que compõem o grupo de pesquisa ETAPA.
 Foram apresentados, à comunidade acadêmica, os planos de trabalhos, projetos de pesquisa e resultados das pesquisas já realizadas pelos estudantes da Graduação em Ciências sociais, do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente-PRODEMA.

O evento foi coordenado pela Professora Dra. Francisca de Souza Miller e comentado pelo Professor colaborador Paulo Gomes de Almeida Filho e pela colaboradora Julienne Louise dos Santos Govindin. 


Comunicações apresentadas: 

"PLANTAS MEDICINAIS E SEUS USOS TERAPÊUTICOS: levantamento etnobotânico em comunidades indígenas do Rio Grande do Norte."
(Amanda Stefanie Sérgio da Silva)

ECOTURISMO DE BASE COMUNITÁRIA: Desenvolvimento e conservação ambiental na comunidade do Cumbe, em Aracati/CE.
(Anderlany Aragão dos Santos)

CONFLITOS SOCIOAMBIENTAIS: percepção e participação popular no
licenciamento ambiental de empreendimentos de energia eólica.
(Isaac Newton)

DESAFIOS DA SUSTENTABILIDADE PARA A CONVIVÊNCIA COM O SEMIÁRIDO: Uma abordagem  sobre a organização social e produção do Sítio Alice em Poço Branco/ RN.
(Juan Pablo Seixas)

PLANO BRASIL SEM MISÉRIA NA REGIÃO DO MATO GRANDE/RN:
Análise dos aspectos sociais, econômicos e ambientais.
(Edna Guilherme dos Santos)

“LAGOSTAS, MARÉS E MUDANÇAS EM COMUNIDADES DE PESCADORES ARTESANAIS DO LITORAL POTIGUAR”.
(Florizel de Medeiros Junior).



Postado por: Hérika Ferreira, Bolsista de Iniciação Científica da base de pesquisa Etnologia, Tradição, Ambiente e Pesca Artesanal – ETAPA

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

30ª RBA 2016 - Reunião Brasileira de Antropologia





3 a 6 de agosto de 2016
João Pessoa - PB
UFPB - Campus I


GT 053 - Populações costeiras, processos sociais e meio ambientes.

Coordenação:
  Francisca de Souza Miller (DAN/PPGAS/UFRN)
  Márcia Regina Calderipe Farias Rufino (UFAM) 


Debatedores:
 José Colaço Dias Neto (UFF)

 Simone Maldonado (UFPB)
 Carlos Abraão Moura Valpassos (UFF)

Desenvolvimento, meio ambiente e cultura. Regimes de territorialidades, produção e transmissão de saberes, etnociências, políticas ambientais, projetos de desenvolvimento de manejo e conservação e relação natureza e sociedade. Este GT tem como objetivo congregar pesquisadores de diferentes áreas, que tenham desenvolvido análises teóricas e empíricas sobre os processos e dinâmicas sociais observados em grupos indígenas, quilombolas, pescadores, camponeses, ribeirinhos, ciganos, dentre outros no norte e nordeste brasileiro. O GT acolherá reflexões que explorem os desafios e perspectivas relativas à relação entre desenvolvimento, meio ambiente e cultura, e que investiguem os modos de vida dessas populações e produção de suas especificidades culturais, étnicas e históricas, com foco nos regimes de territorialidade, produção e transmissão de saberes tradicionais, etnociências, nos campos relacionais com seu entorno e nos modos de construir e apreender as complexas e diversas relações entre natureza e sociedade.


Postado por: Raphaella Calixta, bolsista de iniciação científica no projeto de pesquisa Tradição e Modernidade: Um estudo etnográfico sobre as mudanças decorrentes de fatores exógenos na atividade pesqueira em Caiçara do Norte/RN (Colônia de Pesca Z01)".